17 de dezembro de 2020 . 14:00

Inscrições para curso à distância sobre a ONU e os ODS vão até 6 de janeiro

Analisar a importância da Organização das Nações Unidas (ONU), da Agenda 2030 e dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), assim como implementar os conhecimentos na atividade jurisdicional, no que for aplicável. Esses serão alguns temas do Módulo 1 do Laboratório de Inovação, Centro de Inteligência e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que está com inscrições abertas até 6 de janeiro. As aulas serão ministradas à distância, com tutoria, contabilizando 63 horas/aula. Em fase de credenciamento pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), o curso oferece 120 vagas - 60 para magistrados e 60 para servidores - para todas esferas e as instâncias do Poder Judiciário.

Promovida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pelo Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento (PNUD) e pela Associação Paranaense dos Juízes Federais (APAJUFE), a capacitação é composta por 10 módulos. E pretende, entre outros aspectos, possibilitar o estudo sobre a integração da Agenda 2030 ao Poder Judiciário (Meta 9 do Conselho Nacional de Justiça), visando o aperfeiçoamento da prestação dos serviços no Judiciário.

O conteúdo programático da capacitação inclui a exposição de conhecimentos sobre a ONU e suas Agências; o Sistema de Justiça Internacional; a Comissão Interamericana de Direitos Humanos; as dimensões social, econômica, ambiental, institucional e parcerias do ODS; a missão do Brasil junto às Nações Unidas; e os desafios das agendas 2015 e 2030.

Leia mais: Semana da Execução Trabalhista bate recorde e movimenta R$ 1,8 bilhão
TRT-1 ordena arresto de R$ 95 milhões para pagar trabalhadores da Saúde
Combate à Covid-19: JT destinou R$ 243 milhões para amenizar pandemia

Os alunos selecionados que participarem das aulas serão avaliados com base na frequência virtual e na aprendizagem. O segundo requisito é dividido em “Fórum de discussão”, sendo obrigatória a participação no fórum de cada grupo temático, valendo até 60 pontos, e “Paper”, uma atividade final do curso, que deve conter 3 laudas sobre as impressões do aluno a respeito da Agenda 2030 e sua vinculação ao Poder Judiciário Brasileiro, valendo 40 pontos.

Serão certificados os participantes que alcançarem, no mínimo, frequência virtual de 70% dos vídeos e 70 pontos nas avaliações de aprendizagem. O documento será disponibilizado após o preenchimento da avaliação de reação, em que o aluno deverá relatar seu nível de satisfação com o curso, em aspectos como, desempenho do participante, planejamento, espaços de interação e aplicabilidade no trabalho.

Para participar, é preciso ser magistrado ou servidor; ter, em média, duas horas diárias para participar ativamente das atividades; dispor de recursos tecnológicos, como conexão com a internet, conexões de áudio; e ser selecionado para integrar o curso. 

Os magistrados podem se inscrever pelo site. Já os servidores, após se inscreverem on-line por meio deste link, devem encaminhar o certificado de conclusão de graduação, em qualquer área, em formato PDF, para o endereço [email protected], até o dia 7 de janeiro. No mesmo e-mail, é preciso informar se exerce atividades de assessoria de gabinete e indicar a unidade de lotação.

Clique aqui para ver mais informações. < VOLTAR